top of page

Histórias sobre infidelidade conjugal, Divórcio e união estável!

A traição e infidelidade conjugal são temas bastante comuns no Brasil. Segundo um estudo realizado pela Universidade de Brasília (UnB), cerca de 60% dos brasileiros já traíram ou foram traídos em algum momento de suas vidas. Os motivos para a infidelidade podem ser diversos, mas a maioria das pessoas trai porque está insatisfeita com o relacionamento ou porque sente que está sendo negligenciada pelo parceiro. A traição pode levar ao fim do relacionamento, mas nem sempre é o caso. Muitas pessoas conseguem superar essa situação e continuam a viver uma relação feliz e estável.


A união estável é uma instituição jurídica que protege os direitos dos casais que vivem juntos há mais de dois anos. Ela foi criada no Brasil em 2002, mas só passou a valer a partir de 2010, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) deu a ela status de lei. Antes disso, os casais que viviam juntos não tinham nenhuma proteção legal especial. Hoje, a união estável é reconhecida em diversos países, como Estados Unidos, Reino Unido e França e no mundo O divórcio é uma instituição jurídica que permite a dissolução do casamento. Ele foi criado no Brasil em 1827, mas só passou a valer a partir de 1977, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) deu a ele status de lei. Antes disso, os casais que queria se separar tinham que recorrer à Justiça para que dissolvessem o casamento. Hoje, o divórcio é reconhecido em diversos países, como Estados Unidos, Reino Unido e França.



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page